Como ganhar dinheiro com meu consórcio?

Como ganhar dinheiro com meu consórcio?

 

O consórcio é uma modalidade de negócio segura e rentável, muito utilizada por quem tem condições de investir pouco dinheiro mensalmente. Por isso, pode ser uma excelente maneira de ganhar dinheiro.

 

É uma forma de investimento muito mais lucrativa que outros fundos existentes no mercado, pois nele não há risco algum, isto é, você aplica de acordo com seu bolso e não depende de nenhuma variável para seu dinheiro render.

Venda de cartas contempladas

O prazo para a venda de uma carta de crédito é muito rápido, normalmente entre uma semana e um mês. A demora depende de quanto ágio cobramos além do valor que já pagamos nas mensalidades. Pode demorar um pouco mais se quisermos um lucro maior. Mesmo assim, por menor que seja o valor do ágio, ele é maior que o rendimento de qualquer fundo de investimento tradicional.

Recebemos o valor que havíamos investido mais o ágio. Então podemos comprar um novo consórcio com dinheiro mais que suficiente para pagar as mensalidades por pelo menos um ano. Ou seja, quando contemplamos a carta e a vendemos com ágio, temos condições de fazer outro consórcio em substituição ao que vendemos, tendo dinheiro para pagar as prestações e mais um, que será pago com o lucro advindo da carta vendida.

Aumentando seu capital com uma cota contemplada

Vamos supor, por exemplo, que você compre uma cota de um valor qualquer e ela seja contemplada após um ano e meio do início do pagamento das mensalidades. Se vendê-la, em pouco tempo é possível obter um lucro de aproximadamente 100 % sobre o valor pago nas mesmas. O lucro é excelente, pois você conseguiu de lucro mais que o dobro do que pagou. Não existe no mercado outro investimento com esse lucro. Dessa maneira, você tem duas vezes mais dinheiro do que no início e, por vender à vista, recebe em dinheiro vivo.

Se compararmos o investimento feito no consórcio com qualquer outro investimento de renda fixa onde você recebe em média de 1% ao mês, por exemplo, neste mesmo prazo você teria um saldo de 7,82%. Evidentemente que a taxa pode variar de acordo com a situação econômica do mercado, mas mesmo assim, continua sendo muito mais lucrativo.

Os motivos que levam as pessoas a investir em cartas de crédito contempladas pagando tanto ágio sobre os valores já pagos são três: é mais barato, mais simples e mais atrativo. Quem as adquire pode comprar seu imóvel imediatamente pagando muito menos do que pagaria através de um financiamento.

Deixar seu consórcio contemplado na aplicação automática da administradora

Quando a cota é contemplada, a administradora transfere o valor do crédito contemplado para uma aplicação automática que rende sobre a poupança, em média 0,52% ao mês. Desta forma o consorciado receberá a aplicação sobre o valor contemplado e não sobre o valor investido, recebendo o valor do crédito corrigido. O valor investido por mês é muito mais baixo em relação ao valor do crédito aplicado, e receberá muito mais rentabilidade do que estar investindo em qualquer outra aplicação de renda fixa.

Ganhar dinheiro comprando e alugando imóveis

Algumas pessoas também veem na compra de consórcios ou cotas contempladas de imóveis uma forma de investimento bastante rentável. Em geral, participam de consórcios que oferecem imóveis mais baratos, antecipam a contemplação da carta de crédito por meio dos lances, colocam o imóvel para alugar e vão pagando as prestações do consórcio com o aluguel.
É muito comum que esses investidores, na hora de escolherem o imóvel para compra, optem por regiões mais populares, com alta demanda por moradia. Assim o imóvel não fica vago por muito tempo gerando prejuízo ao invés de lucro.

Complementando o Capital com um Carta Contemplada

No caso do consórcio, vale a seguinte reflexão: se você possuir uma poupança de 50% do valor do imóvel para comprá-lo à vista, você pode adquirir uma carta de crédito de um consórcio já contemplado, ou seja, com um número maior de mensalidades pagas e comprar o bem imediatamente. Para quem está vendendo o imóvel, receber a carta contemplada é o mesmo que receber pagamento à vista em dinheiro. Ele recebe o valor total da venda dois dias após assinar a escritura. É simples e facilita muito a vida do comprador e do vendedor. A parte burocrática e todos os documentos necessários são os mesmos de uma compra à vista. A administradora do consórcio solicitará ao vendedor somente que comprove que o imóvel não possui nenhum empecilho para a venda.

Comprando um imóvel pelo consórcio para alugar

Se o imóvel adquirido não for para a sua própria moradia, você pode alugá-lo. Então o próprio aluguel do imóvel será suficiente para pagar as mensalidades restantes do consórcio. Desse modo é possível, em alguns anos, iniciando apenas com o dinheiro para um único imóvel, que você se torne o proprietário de uma série de imóveis de aluguel que virão a gerar uma boa renda todos os meses. Se o aluguel do imóvel for usado para pagar as prestações que faltam, você só precisa ter 50% do valor do imóvel que deseja comprar e não o total para começar a alugá-lo e iniciar seu patrimônio. É muito mais fácil começar esse planejamento com apenas metade do que seria necessário.

Consórcio não tem juros!

Se você não tem todo o valor do imóvel para efetuar a compra à vista e levando em conta que a taxa de juros do financiamento é sempre alta, usar um consórcio contemplado pode ser uma excelente solução para comprar a primeira casa própria ou planejar seu patrimônio de forma estruturada e segura. O consórcio é melhor do que o financiamento é mais barato e não tem juros.

Comprar um imóvel a vista com a carta contemplada

Comprar um consórcio é fácil e simples, e desde que pague as mensalidades em dia, o consorciado sempre poderá participar dos sorteios e lances. Se optar pela compra de uma carta de crédito contemplada, pode comprar o imóvel à vista, pagando as parcelas mensais já em posse do bem. Ou seja, não há qualquer burocracia nessa modalidade de negócio. Frisando que, quem tem uma carta de crédito em mãos tem o mesmo poder de compra se tivesse o dinheiro total para o pagamento do imóvel, uma vez que a carta de crédito é um documento legal e tem total liquidez no mercado. Assim, o comprador pode negociar descontos, o que torna a transação ainda mais interessante.

Financiando 100% do valor do imóvel com consórcio

Vale destacar que o consórcio permite financiar até 100% do valor do imóvel, o que não acontece com o financiamento. As administradoras de consórcio são fiscalizadas pelo Banco Central e precisam de autorização para as transações, ou seja: tudo é regulamentado e fiscalizado. O saldo do FGTS pode ser utilizado para oferecer lances ou complementar o valor da carta de crédito contemplada, caso o imóvel seja de valor maior, quitar as parcelas vincendas ou para oferecer lances nas assembleias. Desde que sejam cumpridas algumas exigências da CEF, como por exemplo, ser contribuinte há pelo menos três anos e usar o fundo apenas para a compra de imóvel residencial.

Comprar uma ou várias cotas contempladas?

De início, você pode começar comprando uma ou várias cotas de consórcio dependendo da sua condição financeira e então efetuar o pagamento das prestações. Lembre-se que você está pagando mensalmente para si próprio através do pagamento das mensalidades do consórcio.
Enquanto sua cota não é contemplada não há nenhum rendimento. Porém, no aniversário da cota, após meses se sua cota ainda não tiver sido contemplada, ocorre a primeira correção do seu consórcio através do INCC (Índice Nacional de Custo da Construção). Supondo que esta correção seja de 10%. O valor do crédito será corrigido com os 10%, e também todos os valores pagos anteriormente. Ou seja, a cada período de doze meses seu crédito passará por essa correção através do mesmo índice. Suas prestações também serão atualizadas, logo você conseguirá economizar um pouco mais a cada mês.

Quando dar o lance no consorcio

O lance livre, tradicional dos consórcios, funciona bem, mas somente se tivermos o dinheiro do lance e formos comprar um imóvel. É um lance de um número qualquer de prestações. Logo, quem der o maior lance será contemplado. No início é complicado conseguir a contemplação dessa maneira porque a maioria dos consorciados do grupo querem muito a carta para, por exemplo, comprar sua casa própria e acabam dando lances mais altos para alcançar seu objetivo. Ressaltando que lances muito altos acabam diminuindo o ágio que podemos obter.

Usando o consórcio para a rapidez na capitalização

Se comprarmos um consórcio e dermos lances fixos todos os meses até sermos contemplados, no momento da contemplação podemos vendê-lo com ágio. Consórcios contemplados são facilmente vendidos com ágio bastante alto em alguns casos, já que o consórcio é bem menos burocrático para liberar o crédito do que o financiamento, além de ser mais barato. A falta de opções de crédito para financiamento de imóveis no mercado, a cobrança de juros muito altos e a burocracia são fatores relevantes na escolha pelo consórcio.

Por exemplo, se você entrar em um consórcio e for sorteado logo no segundo mês, você terá pago aproximadamente R$ 1.000 para um crédito de R$ 35.000. Se você vender a carta de crédito contemplada por R$ 10.000, terá um lucro líquido de R$ 9.000. Quando você vende a carta contemplada o consórcio é transferido para quem comprou assumindo as mensalidades daí por diante. Você retira seu investimento inicial e passa a utilizar apenas o lucro, podendo iniciar outro consórcio, tendo dinheiro para pagar as mensalidades por muito tempo ainda.

E se eu tiver mais dinheiro para investir?

Quem tem mais dinheiro em mãos para investir, consegue ganhar ainda mais. O negócio caminha aplicando o lucro obtido. Ou seja, tiramos o investimento inicial e ficamos com o dinheiro do próprio lucro para o pagamento de mais prestações por mais tempo.

Como começar

Para começar só precisamos ter condições financeiras de pagar as mensalidades do consórcio. O interessante é optar por vários consórcios de valor menor do que um de valor maior, isso aumenta consideravelmente a chance de algum deles ser sorteado por lance ou por sorteio. Quando há contemplação, vendemos a carta contemplada e voltamos a fazer um ou dois consórcios novos, e assim por diante. Em poucos anos estamos com consórcios suficientes para garantir praticamente uma contemplação mensal.

Investimento em cotas de consórcio não contempladas

Enquanto a carta não é contemplada, as prestações e o valor do crédito são corrigidos anualmente, sendo que, como dissemos anteriormente, a primeira correção ocorre no décimo quarto mês. Dessa forma, o crédito com correção equivale ao valor de todas as prestações pagas corrigidas. Quando corrigimos o valor mensal da aplicação em renda fixa com a correção do INCC, percebemos que tanto o crédito quanto as mensalidades pagas mantêm seu poder de compra acima de um investimento simples em renda fixa. Após a contemplação, nossas prestações continuam a ser corrigidas anualmente pelo INCC. Entretanto, o crédito contemplado, ao qual agora podemos usar, é automaticamente aplicado em um fundo de renda fixa, passando a render diariamente sobre o valor total do crédito. Quanto antes conseguirmos ser contemplados, maiores serão os lucros obtidos.

Investimento em cotas de consórcio contempladas

O investimento em consórcio ou carta de crédito contemplada é um excelente meio para gerar lucro e ganhar dinheiro. Desde que o consumidor esteja atento ao escolher a administradora fiscalizada pelo Banco Central, opte por um plano que se encaixe em seu bolso, se informe dos benefícios, quais as formas de contemplação e tenha consciência de que o consórcio serve para planejar o futuro, investindo pouco dinheiro por mês, tendo muita rentabilidade.

Porque comprar cotas de consorcio com a ConsorcioCred?

A ConsorcioCred é uma empresa especializada na venda de consórcios e de cotas contempladas. Consulte um de nossos especialistas agora mesmo, e veja qual o plano que se encaixa em seu orçamento e qual plano vai atender seus objetivos.

Escolha sua cota de consórcio e feche o melhor negócio! É fácil, rápido e sem complicação!

Share this: