ACESSAR MARKETPLACE

Não consigo mais pagar meu consórcio, e agora?

8/1/2022 Paulo Amaro Da S. M. Santos

O consórcio é uma opção para quem não quer arcar com os juros de um financiamento, mas isso não isenta essa modalidade de crédito de possíveis imprevistos que possam acontecer na vida das pessoas, gerando assim receios e dúvidas no caso de não conseguir mais as parcelas mensais do consórcio como esperado.

Como agir com as cotas de consórcio que você possui no caso de não estar mais conseguindo pagar? A melhor coisa a se fazer nesse caso é não cancelar a cota, você não precisa cancelar o seu consórcio, existem outras estratégias que podem ser adotadas.

E quais estratégias são essas? Existem algumas, como congelar o pagamento das parcelas, negociar com a administradora a diminuição do valor do crédito ou vender sua cota para alguma empresa compradora.

Nesse conteúdo vamos ensinar vocês cada uma dessas estratégias e quais as vantagens que elas vão te proporcionar. Vamos falar também sobre as formas para evitar que esse tipo de problema de inadimplência venha a ocorrer com você, como a importância de se ter um planejamento financeiro. Veja!

O que acontece se eu parar de pagar meu consórcio?

As consequências que podem ocorrer se você parar de pagar o seu consórcio ativo são diversas, mas tudo vai depender da situação em que sua cota se encontra. Isto é, se você já foi contemplado, se não foi, e se já faturou o bem que pretendia com a sua carta de crédito. Vamos destrinchar a seguir as consequências da falta de pagamento em cada uma dessas situações.

Consequências de se atrasar as parcelas do consórcio não contemplado

Mesmo se tiver um bom planejamento nós sabemos que situações inesperadas podem vir a ocorrer em qualquer momento de nossas vidas. Se isso aconteceu com você que ainda não foi contemplado no consórcio, existem algumas consequências. Entre elas, o cancelamento da sua cota.

Em casos extremos, como desemprego ou acidentes, você pode utilizar o seguro para manter as parcelas em dia, caso tenha feito um na contratação.

Consequências de atrasar as parcelas do consórcio contemplado não faturado

No caso de já ter sido contemplado no consórcio, mas não estar mais conseguindo quitar mensalmente o valor das parcelas, o que pode ocorrer é a descontemplação da sua cota após cerca de 3 meses sem pagamento. Esse prazo vai depender da Administradora.

Consequências de atrasar as parcelas do consórcio contemplado e faturado

Quem foi contemplado e já utilizou o crédito enfrenta uma situação um pouco mais complicada. Nesse caso, o atraso nas parcelas será notificado pela administradora de forma amigável.

Contudo, ao persistirem os atrasos, a administradora pode tomar ações mais drásticas, que incluem a negativação e, até mesmo, a apropriação do bem. Quando isso acontece, o bem é leiloado para quitar as parcelas em aberto.

Não consigo mais pagar meu consórcio, o que fazer?

No caso de imprevistos ou de mal planejamento financeiro na hora da contratação do consórcio, é possível que o pagamento mensal das suas parcelas se torne uma dificuldade, principalmente em momentos de crise como o que vivemos no Brasil hoje.

O que fazer quando surge uma crise financeira e o consorciado não consegue mais arcar com as parcelas? Vamos detalhar para vocês agora cada uma das principais soluções.

Congelamento das parcelas

A principal estratégia a se utilizar no momento de dificuldade financeira é congelar os pagamentos. A sua cota não é cancelada por isso e você não perde nem o que já pagou nem a sua vaga no grupo.

Algumas empresas trabalham com 3 meses, algumas com oito, outras com 4, varia muito da administradora. procure essa informação para saber até a onde você pode ir. se você pode pagar a parcela, se a crise não te afetou financeiramente, continue pagando normalmente.

Você não precisa cancelar o seu consórcio de maneira nenhuma, tenha isso em mente, apenas congele o pagamento.

No caso de sua cota cancelar devido você ter ultrapassado esse prazo, basta ligar na Administradora e solicitar a reativação da cota. Vai manter todos os valores pagos, apenas será cobrado uma taxa pela reativação, e a dívida pelas parcelas não pagas será diluída pelo restante do prazo.

Negociar com a Administradora

A administradora tem sim interesse em soluções que façam dessas situações mais simplificadas. Portanto, ela deverá ser sua maior aliada em qualquer situação de inadimplência ou dificuldades financeiras.

Dito isso, saiba que é possível você buscar soluções junto a ela. Uma deles seria sem sombra de dúvidas solicitar a diminuição do seu crédito para o menor existente no grupo. Mas qual a vantagem em fazer isso?

No momento em que a Administradora diminui o valor do seu crédito, consequentemente diminui também o saldo devedor da cotas, logo, as parcelas caem e ficam mais leves para o seu bolso.

Cancelar o consórcio

Se você realmente não quer mais o seu consórcio, coo funciona a restituição do que você já pagou? Só existem duas maneiras, que é o sorteio de cotas cancelas, onde você vai participar de um sorteio somente com as pessoas que cancelaram o consórcio, e somente uma pessoa por mais vai conseguir resgatar os valores que investiu até então.

A segunda forma é esperar o término do grupo, o que pode levar muito e muito tempo.

Esses valores não são resgatados em 100%, serão abatidos taxa e multa contratual, dependendo da Administradora que você fez o seu consórcio.

Vender o consórcio

Se a sua cota foi cancelada e você não quer esperar para ter seu dinheiro, saiba que existe um mercado de quem compra cotas sem contemplação.

Nesses casos ocorre o inverso de quem vende contemplado, em vez de ter ágio, existem um deságio na venda, isto é, você vai vender sua cota por um valor menor que o investido.

Mas apesar desse deságio, a grande vantagem é que com essa transação você consegue dinheiro à vista de forma rápida e na palma da sua mão, tudo isso simplesmente vendendo o seu consórcio.

Uma dica de extrema importância aqui para conseguir valores maiores na venda é não deixar a sua cota cancelar, pois enquanto estiver ativa ela vale mais, já que é cobrado uma taxa pela ativação.

Se ver que não vai mais conseguir pagar as parcelas, não deixe a cota cancelar sob nenhuma hipótese, venda ela antes e consiga assim valores mais significativos na transação.

A ConsorcioCred compra sua cota

Agora que você já sabe da existência de penalidades a serem sofridas se você parar de pagar o seu consórcio, mas ainda está se perguntando: “Como receber um consórcio que parei de pagar?”, fique ligado. Vender uma cota de consórcio ativa (mesmo com parcelas em atraso) ou até mesmo cancelada é muito fácil.

Na Consorciocred, você pode vender o seu consórcio em pouquíssimos passos, e com muita segurança, alem do pagamento de um preço justo pela sua cota, tudo isso aliado a um atendimento humanizado do início ao fim da negociação. A Consorciocred permite ainda ao consorciado o acompanhamento da sua venda desde o começo, até o recebimento do dinheiro diretamente em sua conta por meio de nossa plataforma digital.

Resumindo, respondendo à sua pergunta: “Parei de pagar o consórcio, posso resgatar o dinheiro?” o caminho é simples. Acesse a página da Consorciocred "clicando aqui" e faça sem compromisso uma simulação para descobrir quanto você pode receber vendendo agora mesmo a sua cota de consórcio.

e você estiver de acordo com a proposta que lhe for enviada por nosso analista, poderá realizar a sua venda online, com segurança e rapidez, conseguindo assim recuperar o seu dinheiro em poucos dias. Toda a negociação será feita online, inclusive com assinaturas digitais com validade jurídica.


Quer receber mais informações sobre Consórcio Contemplado

Deixe seus dados e te enviamos!

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM

Compartilhe por:
Últimos posts do blog

ConsorcioCred.com - Creci 119790 -
CNPJ: 05.099.104/0001-19

Rua São Bento 470 - SALA 410 - Centro - São Paulo - SP - CEP 01010-001

Ver no Google MapsPolítica de Privacidade