O que é uma carta de crédito cancelada?

 

O consórcio tem crescido muito no Brasil. No entanto, por ser um planejamento a longo prazo, muitas vezes, por necessidade, é preciso cancelar. Se diz “carta de crédito cancelada” justamente nessa situação: quando o consorciado não pode mais manter seu compromisso com a mensalidade e desiste.

Alguns imprevistos acontecem e aquele dinheiro que antes era destinado a pagar o consórcio precisará ser usado para um outro fim mais imediato.

Nesses casos, a dúvida mais frequente é em relação a possibilidade de receber o dinheiro que já foi pago de volta e se ele vai retornar integralmente.

Você sabe responder a essas questões? Não? Então, continue no artigo para entender tudo sobre esse tema.

 

Como funciona o cancelamento de um consórcio?

O primeiro passo a seguir é providenciar um pedido à administradora informando sobre o desejo de cancelamento.

Certifique-se de o seu pagamento está em dia. Em casos de atraso após três parcelas em aberto, sua cota é automaticamente cancelada, conforme o contrato.

Caso não comunique, os atrasos no pagamento das mensalidades podem gerar algumas penalidades, que variam desde de o pagamento de multas até a exclusão do consorciado do grupo.

Ainda que você mude de ideia depois, uma vez aprovada, a carta de crédito cancelada é definitiva, ou seja, o processo seguirá normalmente, até a sua restituição. Dependendo da disponibilidade financeira e de vagas, seu consórcio pode ser passível de reativação.

A restituição é referente ao valor pago para o fundo comum, baseado no percentual do valor do bem e somado aos rendimentos da aplicação financeira.

A cota cancelada concorre ao sorteio da mesma forma que a ativa, quando é sorteada tem o direito a receber a restituição.

Vale lembrar, também, que a sua desistência influencia a contemplação dos outros participantes do seu grupo, já que a montante do fundo comum é prejudicada.

 

Consequências do cancelamento do consórcio

A carta de crédito cancelada não é vantajosa, pois é possível que se passe anos até que você receba o que investiu.

Além disso, o valor recebido não será tão satisfatório, mesmo que acrescentado dos rendimentos da aplicação.

Isso ocorre porque a base é o fundo comum, logo a administradora pode descontar alguns valores, como o do serviço de administração, fundo de reserva, taxas de contrato e, caso haja, seguro.

Cada administradora possui suas regras, mas geralmente existe uma multa rescisória de 10% do fundo investido caso você saia antes do prazo mínimo.

Portanto, a carta de crédito cancelada muitas vezes pode parecer a melhor das soluções, já que ficar inadimplente não é uma opção.

Nosso conselho é que você tenha certeza antes de iniciar o processo. Afinal, cancelar o consórcio é sinônimo de desistir do sonho que você estava lutando para alcançar.

 

Descontos

Abrir mão do sonho de adquirir um bem tão desejado ou desistir daquele serviço que você já estava contando é bem difícil. Porém, caso seja necessário, é possível.

Muitas pessoas acreditam que há o resgate integral do dinheiro na carta de crédito cancelada, mas não é isso que ocorre.

Você já parou para pensar o porquê disso? Isso acontece, uma vez que esse tipo de contrato envolve a participação de muitas pessoas.

Nessa perspectiva, quem continuar no grupo não pode mais contar com a parcela do participante que está cancelando seu contrato.

Isso somado ao fato de que a administradora irá descontar o valor da taxa administrativa, logo esse valor não é devolvido.

Com o cancelamento, o valor pago para o fundo comum, ou seja, o valor da sua restituição, é liberado no momento da sua contemplação como cota cancelada ou após 60 dias do encerramento do grupo.

Em outras palavras, você precisa ser sorteado para resgatar seu dinheiro, isso pode acontecer no último mês do consórcio.

Nesse sentido, os valores referentes a taxa de administração não são devolvidos e devem ser descontados do valor final.

Além disso, a multa rescisória que incide sobre a carta de crédito cancelada é de 10% do valor pago, essa multa é aplicada caso o prazo mínimo de contribuição determinado em contrato não seja cumprido antes do cancelamento.

 

Como vender meu consórcio cancelada?

Para esse processo é preciso que seja realizado uma avaliação do seu cadastro.

Existem empresas interessadas na sua carta de crédito cancelada, tudo que você deve fazer é fornecer os seus dados pessoais e os dados da sua cota de consórcio para a compradora.

Assim, a empresa entrará em contato com a sua administradora para confirmar o cancelamento da cota e caso esteja tudo certo com a sua situação, um documento de transferência de titularidade de cota será pedido, após a reativação da cota.

Depois de uma análise rápida de toda a documentação, a empresa compradora vai solicitar os dados bancários e o valor será transferido para a conta do cliente vendedor.

Vale lembrar que isso apenas é permitido a consorciados ainda não contemplados.

A Consorciocred é especializada nesse tipo de operação, bastando clicar https://www.consorciocred.com/vender-consorcio/

 e preencher as informações para análise da cota por um de nossos especialistas!

 

Prazos

Não existe um tempo comum pré-definido para a restituição da carta de crédito cancelada.

Esse valor pode variar de acordo com a administradora, pode ser até  90 dias após o encerramento!

O que se sabe é que prazo máximo para recuperar o seu dinheiro em um consórcio cancelado coincide com a data de encerramento do grupo.

Assim, dependendo de quanto tempo ainda resta no momento da desistência, o consorciado pode ter que esperar um tempo maior para receber o valor investido.

Por isso é bom conversar com a administradora sobre possibilidades ou procurar uma empresa especializada nesse tipo de operação, e a Consorciocred pode ajudar nesse muito nesse tipo de situação!

Caso o cancelamento esteja sendo motivado por algum problema financeiro ou situação de urgência, a não recuperação imediata do seu dinheiro não vai ser de muita ajuda, salvo de conseguir negociar com uma empresa especializada!

Conclusão

Por fim, conclui-se que a carta de crédito cancelada não é uma alternativa viável, não vale a pena em termos financeiros. Além de você não alcançar seu objetivo, não receberá também todo o valor investido e nem de imediato.

Como alternativa, poderá encontrar uma empresa especializada como a Consorciocred para ajudar na compra de sua cota para que não precise esperar para reaver seu dinheiro de volta, com cuidados e todas as garantias contratuais para efetivar a venda de seu consórcio com segurança. 

 

Este artigo foi postado em blog