Tudo que você precisa saber sobre carta de crédito

A carta de crédito é o valor do plano escolhido pelo consorciado na contratação do consórcio. Por exemplo, se você participa de um consórcio de 50 mil reais, na sua contemplação, sua carta de crédito terá esse valor.

Ela funciona como uma espécie de vale-compra. As administradoras contratadas são as responsáveis por fazer os trâmites necessários para a liberação do crédito.

Em outras palavras, quando o consorciado decide o que deseja adquirir, a administradora avalia a situação do bem, os documentos e o valor de mercado, após aprovação, o crédito será liberado para a compra.

Caso não queira comprar nada, ainda é possível receber o valor em dinheiro, respeitando todas as regras estabelecidas no contrato.

Nesse artigo, você vai encontrar os principais pontos sobre a carta de crédito, se isso te interessa, continue a leitura.

 

O que é um consórcio?

consórcio é um investimento em logo prazo. O seu objetivo é unir um grupo de pessoas, físicas ou jurídicas, interessadas em comprar o mesmo bem.

Esse é o principal ponto do consórcio: o grupo tem o mesmo interesse. Por exemplo, se você entra em um consórcio porque quer comprar um automóvel, todas as pessoas do seu grupo têm o mesmo sonho e esperam o mesmo valor.

É por isso que uma das regras é só poder comprar o bem na mesma categoria.

Uma empresa será a responsável por administrar e viabilizar o funcionamento do consórcio.

Sua função é dividir o valor do bem em um grande número de parcelas de maneira que a soma das parcelas pagas a cada mês permita adquirir um ou mais desses bens.

A administradora divide o valor do bem em um grande número de parcelas de modo que a soma das parcelas pagas pelos consorciados a cada mês permita adquirir um ou mais desses bens.

Isso permite que, mensalmente, um ou mais consorciados sejam contemplados, ou seja, recebam sua carta de crédito, por meio de sorteio para comprar o bem almejado à vista.

Além dos sorteios, é possível que os participantes ofereçam lances, com o objetivo de antecipar um certo número de prestações. O vencedor, ou seja, o que der o maior lance, leva a carta de crédito.

Portanto, o consórcio, atualmente, é uma boa maneira de conseguir se organizar financeiramente para adquirir um bem ou serviço pretendido.

 

Como usar a carta?

Diversas são as possibilidades de utilização do consórcio, poucas pessoas sabem que elas não se restringem apenas a aquisição de imóveis e automóveis.

Abaixo estará explicitado as opções mais comuns para você utilizar sua carta de crédito:

 

1- Comprar um imóvel

A contemplação no consórcio imobiliário permite que você escolha um imóvel condizente com o valor do investimento, pode ser novo, usado, residencial, para um terreno, para reforma e, também, ainda na planta.

Além disso, pode ser usado para aumentar sua renda com a cobrança de aluguel, isso o qualifica como comercial.

2- Comprar um carro

Imagina que sonho entrar em uma concessionária autorizada e escolher o modelo que quiser com o dinheiro para pagar à vista, é isso que o consórcio de automóveis te garante.

Caso o veículo escolhido esteja acima do valor da sua carta de crédito, você pode completar o valor ou, se estiver abaixo, usar a sobra para quitar despesas como IPVA, seguro ou emplacamento.

Vale lembrar dentro dessa categoria de bens móveis existem outras aquisições além de carros, como motos, caminhões, ônibus, semirreboques, aviões, barcos, entre outros.

3- Quitar dívidas

É possível resgatar a carta de crédito e usar esse dinheiro para quitar dívidas.

4- Pagar financiamentos

Quanto mais rápido puder resolver esse tipo de dívida é melhor, pois os financiamentos têm taxas de juros altos que impactam negativamente no valor do investimento.

Para isso, você transação da autorização do consórcio. Geralmente, é necessário que o valor a ser quitado seja menor do que o da carta de crédito.

5- Vender sua carta de crédito contemplada

Se a sua pretensão é vender seu crédito para lucrar com o ágio, é importante que esse processo esteja autorizado desde a assinatura do contrato com a administradora.

 

As cartas de crédito têm validade?

Você não é obrigado a usar a carta de crédito imediatamente após a contemplação, porém cada contrato apresenta sua especificidade em relação a essa data.

Existem contratos que determinam que é preciso utilizar em até 90 dias, outros estabelecem que é possível um prazo maior, de até 180 dias. Esse valor varia muito de acordo com a sua administradora.

No entanto, geralmente o mês anterior à data para o fim do consórcio é o limite para a aprovação da utilização dos recursos, mas caso você perca esse período, não perderá seu dinheiro, apenas passará por novas etapas de qualificação.

O prazo de validade da carta funciona para o melhor controle da administradora sobre o processo.

Por exemplo, se uma pessoa contemplada aprovasse a utilização do crédito, mas só usasse o dinheiro anos mais tarde, a situação financeira poderia ter mudado até lá e a empresa não teria controle.

Logo, esse período de validade é uma proteção tanto para o contratante quanto para o contratado, já que a liberação do valor envolve a análise de restrições no CPF contemplado e a regularização de qualquer problema eventual.

É o prazo é uma garantia que a empresa nos oferece em relação a situação do crédito. Caso seja expirado, ou seja, a aprovação esteja fora da validade, tudo que precisa ser feito é solicitar novamente.

 

Conclusão

Por fim, a carta de crédito é o objetivo principal de todas as pessoas que começam a fazer parte de um grupo de consórcio. Já o consórcio é uma ótima oportunidade para conseguir poupar dinheiro e adquirir um bem ou serviço.

Com este conteúdo, procuramos explicar todas as dúvidas mais frequentes relacionadas a uma carta de crédito. Desde a sua definição, todas as possibilidades do seu uso e o prazo de validade.

Após essa leitura, certamente, você estará mais preparado para começar seu investimento em um consórcio e escolher o melhor caminho para realizar seus sonhos.

Share this:

Este artigo foi postado em blog