Tudo Sobre Consórcio Contemplado

O consórcio contemplado funciona do mesmo jeito que o consórcio comum; a única vantagem é que você não precisa esperar sorteio ou lance para ser premiado. A partir do momento que entra no consórcio contemplado, já é possível adquirir o bem e continuar pagando as parcelas.

Tudo Sobre Consórcio Contemplado
Hoje vamos conversar um pouco sobre tudo que for possível esclarecer a respeito do consórcio contemplado: como funciona, quem pode fazer, quais instituições estão capacitadas para oferecer esse serviço, como se proteger de golpes, o que é possível comprar com esse sistema e muito mais. Vamos lá?

O que é consórcio?

Antes de mais nada é importante esclarecer como o método de consórcio funciona. Basicamente, pessoas físicas ou jurídicas se unem em grupos a fim de adquirir bens. Por exemplo: eu tenho uma empresa e preciso comprar um utilitário, mas não tenho o capital suficiente para pagar o automóvel à vista. Se mais pessoas estiverem na minha situação, todos os envolvidos vão procurar uma administradora de consórcios para fazer negócio.

Essa administradora vai organizar os grupos e lidar com a burocracia de todas as compras. De acordo com a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio, a ABAC, as características de um consórcio são:

  • Parcelamento integral do valor do bem
  • Diversidade de prazos para pagamentos
  • Necessidade do poder de compra à vista
  • Possibilidade mensal de obter o crédito por meio de sorteio
  • Opção de acelerar a contemplação através de lances
  • Oportunidade de formar e ampliar o próprio patrimônio
  • Maior flexibilidade do uso do crédito

Ainda segundo a ABAC, é possível comprar através do consórcio os seguintes bens: móveis, carros, motos, caminhões, tratores, máquinas e equipamentos, eletroeletrônicos e serviços.

O que é consórcio contemplado?

O consórcio contemplado nada mais é do que um crédito no qual o cliente adquire e já no início pode garantir seu bem. Geralmente a venda de cotas contempladas é feita por um dos consorciados que já seja participante de um dos grupos dentro da administradora cuja cota já tenha sido contemplada por meio de sorteio ou lance. O negócio termina quando a transferência do contrato do consórcio passa do vendedor para o comprador, tudo isso intermediado pela administradora.

Nesse sistema você consegue usufruir de todas as vantagens da compra por consórcio sem precisar esperar ser sorteado nem dar lance para acelerar a contemplação. Dependendo de como estiver o contrato, o próximo passo é apenas escolher o veículo, imóvel ou serviço que precisar em qualquer lugar do Brasil, desde que toda a documentação esteja ok.

Inclusive esta é uma das dicas mais valiosas que verá nesse texto: preste atenção redobrada antes de adquirir um consórcio contemplado, pois todas as cláusulas do contrato a ser transferido para você deverão ser cumpridas. Avalie atentamente se tudo se encaixa às suas necessidades e possibilidades.
Na essência, tanto consórcio como consórcio contemplado são a mesma coisa; o que diferencia os dois é que no contemplado você não vai precisar esperar meses e talvez anos para conseguir resgatar o bem necessário.

O que eu posso comprar usando o consórcio contemplado?

Como esclarecido anteriormente, de acordo com o contrato você poderá adquirir em vendedor, fornecedor ou prestador de serviços que melhor lhe convier:

  • Veículos, aeronaves, embarcações ou equipamentos.
  • Serviços.
  • Imóveis construídos ou na planta, incluindo terrenos.

É possível também optar por construção ou reforma, desde que seja dentro do município no qual a administradora opera ou, caso autorizado por ela, em outra cidade, caso isso esteja explícito no contrato.
Todas essas informações vêm do Banco Central, portanto antes de assinar um contrato é imprescindível a leitura rigorosa do contrato por ambas as partes e negociação transparente entre consorciado e administradora.

O que faz uma administradora de consórcios?

A administradora faz o papel da pessoa jurídica prestadora de serviços. Ela tem como objeto social a administração de grupos de consórcio de sociedade limitada ou anônima. É ela que organiza os grupos e redige os contratos.

Os contratos devem conter os direitos e deveres das partes, bem como a descrição do bem a ser adquirido pelo consorciado, o preço, que será tomado como referência para o valor do crédito e cálculo das parcelas mensais e devem constar ainda as condições para concorrer à contemplação por sorteio e as regras dos lances.

É primordial que você pesquise com atenção a respeito da administradora que está visando fechar um negócio, principalmente no caso de adquirir uma cota contemplada; é muito fácil cair em golpes de pessoas mal intencionadas e perder seu dinheiro. A administradora deve estar autorizada e fiscalizada pelo Banco Central (linkar: goo.gl/2bnG1g)
Vale destacar que o interesse do grupo de consórcio é o que conta, e não o interesse individual do consorciado. Os grupos são como uma sociedade não personificada com patrimônio próprio, que não deve ser confundido com o patrimônio dos demais grupos nem com o da administradora.

Quais são as vantagens?

Uma matéria da InfoMoney cobriu as principais vantagens e desvantagens do consórcio de maneira geral, mas podemos aplicá-los aqui. A burocracia do consórcio é infinitamente menor do que a de um financiamento, por exemplo, já que no segundo é necessário comprovar a renda mensal, além de uma série de outros documentos os quais precisam ser apresentados antes de fechar negócio.
O valor das prestações também representa uma diferença significativa, ao passo que com até R$800,00 mensais é possível comprar um imóvel no consórcio o qual, no financiamento, ficaria em torno de R$900,00, R$1000,00, até valores mais altos dependendo do banco e de suas taxas de juros (que convenhamos, costumam ser abusivas).

A maior vantagem do consórcio contemplado

A maior vantagem do consórcio contemplado é não precisar esperar pela sorte ou então investir mais ainda com lances. A partir do momento que assina o contrato do consórcio contemplado, já pode escolher o fornecedor de sua preferência e retirar o patrimônio.
Além disso, um destaque para a ausência de juros embutidos nas parcelas, independentemente do bem que será adquirido pelo consorciado. A única taxa que existe é a de serviço da administradora.

A quem interessa o consórcio contemplado?

Não diria que existem desvantagens a respeito do consórcio contemplado ou consórcio de modo geral, mas é necessário considerar que este não é um sistema para qualquer pessoa. Por exemplo, uma pessoa que paga aluguel e quer morar na casa própria terá que arcar com uma dívida dupla durante um tempo, já que mesmo adquirindo o imóvel de forma rápida, ainda existem outros custos como móveis, reformas básicas, taxas burocráticas de mudança, entre outras.
Ainda não existe um perfil específico sobre qual é o público alvo do consórcio contemplado, mas quando você para para pensar é um negócio da China! Portanto interessa a todo tipo de gente que quer fazer uma compra de alto valor, de forma parcelada e sem juros nenhum. Você se enquadra nesse perfil? Então o consórcio contemplado é para você.

Qual é a documentação necessária para comprar uma cota contemplada?

Cada administradora de consórcios tem um método para concretizar a venda. Aqui na ConsórcioCred a comprovação de renda vai variar de acordo com o perfil do cliente. De modo geral é necessário comprovar uma renda de 3 a 5 vezes o valor da parcela. Essa comprovação pode ser feita através de movimentação bancária, holerite, declaração do imposto de renda, decore (no caso dos empresários) ou carta de frete e carta de agregado, no caso de quem presta serviços de frete.

Aqui na ConsórcioCred permitimos que outras pessoas sejam adicionadas na comprovação de renda, como familiares, cônjuges, parceiros com união estável, entre outros. Isso, porém, não é uma regra; consulte a administradora escolhida antes de comprar o seu consórcio.
Apesar da comprovação de renda se manter como uma constante em todas as administradoras, é possível que haja variação na documentação exigida, então antes de fechar negócio procure saber de todos os detalhes primeiro.
Depois da comprovação de renda, é necessário analisar a aprovação do cadastro e o crédito para o cliente, a fim de verificar se existe algum comprometimento de renda dele e se há alguma ocorrência nos órgãos de crédito, como o Serasa e o SCPC.

Em quem devo confiar?

Antes de escolher qual consórcio você vai querer e com qual administradora, primeiro tome muito cuidado porque o consórcio contemplado é um negócio que dá margem para muitos golpes, e as pessoas na sua ingenuidade acabam caindo e perdem grandes quantidades de dinheiro.
O primeiro passo é verificar se o contrato que está sendo transferido pertence a uma empresa autorizada e fiscalizada pelo Banco Central. Verifique essa informação aqui.

Depois, esse termo de transferência precisa ser assinado na administradora, já que ela é a responsável por aprovar o contrato, a transferência e o cadastro do comprador.
Não marque bobeira: leia atentamente todas as cláusulas do contrato e verifique se está de acordo com cada uma delas, para evitar dores de cabeça desnecessárias mais tarde. Veja a seguir os documentos que devem ser solicitados e lidos pelo consumidor interessado, de acordo com a Associação Brasileira de

Administradoras de Consórcio:

  • Ata da Assembleia Geral Ordinária que confirmou a contemplação da cota;
  • Comprovantes dos pagamentos das prestações que já foram pagas, antes e depois da contemplação (pode ser o extrato de conta corrente da cota que está sendo transferida);
  • Relação de documentos pessoais e garantias a serem prestadas para a liberação do crédito ao comprador;
  • Cópia do contrato assinado pelo consorciado que fez a primeira compra, o que está transferindo o contrato;
  • Declaração da administradora de que o contrato em questão não foi alterado por Assembleia Geral Extraordinária. (caso tenha sido alterado, solicite a cópia da ata da assembleia que autorizou as modificações contratuais, a fim de confirmar as condições vigentes no contrato, como prazo de duração do grupo; bem ou serviço de referência para o calculo das prestações, do crédito e do saldo devedor; critério de correção do bem etc);
  • Declaração da administradora de consórcios confirmando a condição de contemplação da cota, o valor do crédito da data da assembleia de contemplação, assim como rendimentos financeiros até a data da transferência.

São muito os documentos, mas para que você esteja totalmente seguro, encare a burocracia como um mal necessário. Proteja a si mesmo e ao seu dinheiro!

Cuidado com os golpes!

Não confie em cartas de crédito vendidas por qualquer pessoa na internet. De preferência para empresa especializada em consorcio como a ConsorcioCred ou vá até a sede da administradora e converse cara a cara com um representante que te explique tintim por tintim todas as etapas do processo antes, durante e depois da compra do consórcio contemplado.

Alguns golpistas agem através da internet prometendo consórcio contemplado mas que precisa de um investimento inicial de 20, 30, 40 mil reais, dependendo do bem que será adquirido. Depois que o cliente deposita esse dinheiro, o golpista some e adeus economias! Tome cuidado redobrado com esse tipo de golpe, não coloque seu capital nas mãos de qualquer um.

Além de golpes, é comum que a mídia detone o consórcio, dizendo que não vale a pena. Veja só esta matéria da Folha de S.Paulo O título da reportagem diz claramente que o consórcio só vale a pena para quem é contemplado até o segundo mês. Isso é uma Balela! Apesar de estarmos falando aqui de consórcio contemplado, precisamos dizer que o consorcio já tem uma série de vantagens.

O consórcio é um investimento válido para pessoas que são indisciplinadas, por exemplo, que não conseguem guardar dinheiro através de poupança ou outros sistemas. A pessoa se vê obrigada a “pagar uma conta” todo mês e ali seu dinheiro está sendo investido em algo que ela mesma deseja.
Além do mais, já falamos aqui: o consórcio não tem juros. No final, você pode comprar seu imóvel, carro ou outro bem com o mesmo valor que ele tinha no início do negócio. E num financiamento? Os clientes chegam a pagar até 50% a mais do valor total do investimento por causa das parcelas e dos juros altíssimos. Já temos um vencedor, não é mesmo?

Casos bem-sucedidos da ConsórcioCred

Por se tratar se algo mais complicado, muitas administradoras não fazem venda de cota contemplada, mas esse não é o caso da ConsórcioCred. Aqui nós protegemos o cliente e fazemos tudo às claras, de modo que o consumidor sempre volta para fazer negócio novamente. Veja a seguir algumas histórias de nossos clientes que foram bem-sucedidos com a cota contemplada negociada por nós.

  • O Sergio, de Jundiaí, precisava de um caminhão novo e com a ajuda da nossa parceira Rosana conseguiu comprar um Iveco 2008 através do consórcio contemplado Bradesco, no qual é possível adquirir veículos mais antigos.
  • Já o Gabriel, que mora na cidade de Itu, interior de São Paulo, procurava um veículo para sua empresa e depois de analisar todas as possibilidades, decidiu pelo mais vantajoso: comprou um Gol em 2015 através do consórcio contemplado.
  • O Rodrigo José, que mora em Patriarca, também interior de São Paulo, precisava aumentar sua frota de ônibus. Procurou a ConsórcioCred, fez a aquisição da carta de crédito e escolheu um Bepo Bus zero km, chassi Agrale MA 10 da marca Agrale.

Venha você também para ConsorcioCred fazer parte do time de clientes satisfeitos com o consórcio contemplado feito de maneira inteligente, com o mínimo de burocracia, visando fechar o melhor negócio da sua vida!

Share this: