ACESSAR MARKETPLACE

Antecipar as parcelas do consórcio vale a pena?

6/23/2022 Paulo Amaro Da S. M. Santos

Vale a pena ou não vale a pena antecipar as parcelas do consórcio? A resposta não é tão simples assim quanto parece, pois se é vantajoso ou não vai depender de cada caso. Saiba neste post caso a caso quando é e quando não é uma vantagem realizar a antecipação das parcelas do consórcio!

Se você de repente você já tem um consórcio ou pretende fazer um, chegou nesse conteúdo, e após ler ele continua com dúvidas, não perca tempo e entre em contato que iremos ver o que conseguimos fazer por você.

Esse artigo tem vários insights diferentes que fogem do senso comum, logo, leia até o final.

O que é a antecipação de parcelas?

De forma bem direta, antecipação de parcelas é o pagamento de duas ou mais parcelas na ordem inversa ou direta do seu consórcio. Ordem inversa é de trás para frente e ordem direto seriam as próximas parcelas do seu plano.

Quais são as formas de se antecipar parcela de consórcio?

A antecipação das parcelas de um consórcio pode ser feita de diferentes formas, de acordo com o que for determinado em contrato. Fica a critério do participante escolher aquela que melhor atende às suas possibilidades e necessidades. Confira!

Direta

Quitação das parcelas vincendas mais próximas, conforme o valor antecipado oferecido. Em outras palavras, o pagamento das parcelas é feito na ordem de vencimento, porém opta-se por pagar mais de uma parcela no mesmo momento.

Inversa

O consorciado antecipa o pagamento a contar da última parcela. Ele pode, assim, pagar a parcela do mês e a relativa ao pagamento final do consórcio. Se em cada mês, por exemplo, ele pagar a primeira e a última, consegue antecipar o fim do consórcio pela metade — de 48 meses para 24 meses, por exemplo.

Diluída

É importante saber que essa opção só é possível quando o consorciado ofertar um lance e este for contemplado, e quando essa alternativa estiver descrita no contrato de adesão. Nesse caso o valor do lance ofertado é considerado uma antecipação de pagamentos. Esse valor é diluído reduzindo as parcelas mensais.

Quitação total

O consorciado quita todas as parcelas de uma só vez. Após a administradora pagar todas as contemplações e obrigações financeiras do grupo, o saldo remanescente é dividido proporcionalmente entre os integrantes.

Vale lembrar que cada administradora pode optar pelas formas de receber a antecipação das parcelas e as configurações do grupo devem constar em contrato.

Existe desconto ao antecipar as parcelas do consórcio?

Existe a história de um homem que ficou com muito rico com semente. Talvez essa história seja lenda, mas vamos lá contar: um homem comprou algumas sementes e plantou. Essas sementes cresceram e se tornarão flores. Ele pagou essas flores, vendeu no mercado e com o lucro comprou mais sementes, consequentemente plantando mais flores, e foi fazendo isso por algum tempo. No final, depois de um certo tempo, esse homem ficou muito bem de vida.

Na vida real nós sabemos que não é tão fácil assim, mas essa história vai te ajudar a entender um pouco do que queremos explicar em relação a antecipação das parcelas. Muita gente iria dizer é obvio que não compensa, mas na verdade não é tão simples assim.

É ai que mora o problema, muitos acham que fazendo a antecipação você vai ter algum tipo de desconto na taxa, como acontece no caso dos juros do financiamento, onde fazendo a antecipação das parcelas o agente financeiro retira o juros do período e traz o famoso valor presente nas suas prestações, o que não ocorre no consórcio justamente por ele não ter juros e sim apenas uma taxa de administração, que é o custo pela prestação de serviço da administradora por fazer a gestão do grupo de consórcio.

Então esse o problema, muitos pensam que tem desconto ao fazer a antecipação, mas na verdade não tem. Sabendo disso e da história das sementes no inicio do texto, fica fácil de perceber que não vale a pena, na maioria dos casos, antecipar as parcelas do consórcio. Isso porque no consórcio só existe uma taxa de administração que funciona como juros simples, não tem essa correção em função do tempo.

Pois, do ponto de vista financeiro é muito mais viável pegar o dinheiro que você iria antecipar as parcelas de consórcio e fazer uma aplicação em um fundo de investimentos, porque a taxa de administração do consórcio é baixa e o prazo é longo.

Para entender mais fácil imagine um consórcio de auto, uma taxa de administrativa de 15% em um prazo de 80 meses, o que da uma taxa muito baixa por mês. Qualquer investimento que você quiser vai dar uma rentabilidade muito acima da taxa de administração cobrada pela administradora. Por isso compensa muito mais você investir seu dinheiro para usar o juros ao seu favor e com essa rentabilidade pagar a taxa e administração da administradora do que se descapitalizar antecipando as parcelas de trás para frente. Por isso a história da semente, use o juros a seu favor e não descapitalize, pois esse dinheiro a seu favor vai render muito mais que o desconto que teria na taxa administrativa, e de repente quando você já tiver um montante significativo pode pensar até em fazer um consórcio maior e utilizar esse dinheiro para dar um lance matador.

Consórcio é planejamento, então ele não exclui os outros tipos de investimento, ele anda paralelo.

Em que situações vale a pena antecipar as parcelas?

Mas nós dissemos no inicio do texto que existem casos onde vale a pena sim realizar a antecipação das parcelas e a quitação antecipada do consórcio, e é sobre isso que vamos falar agora. São dois casos principais que de fato vale a pena a antecipação do seu consórcio.

Quando antecipa para não pagar o reajuste no saldo devedor

Se você fizer a antecipação ou quitação do seu consórcio, você não vai ter mais débitos com o grupo e consequentemente não terá mais parcela a serem pagas. Se você fizer a quitação do seu consórcio o que ocorre é que você não tem mais o INCC ou IPCA ou qualquer outro índice reajustando o saldo devedor da sua carta, e é esse o ponto no qual queremos chegar, você acaba fugindo desses índices.

Se você não vai ter reajuste para pagar no futuro porque você já antecipou seus débitos você está economizando dinheiro.

Veja em detalhes: se você está pagando o seu consórcio e está investindo em vez de antecipar parcelas você está guardando e aplicando seu dinheiro, sabendo a rentabilidade desse investimento que você está fazendo.

O que acontece? Anualmente as administradoras fazem a correção no poder de compra dos consorciados, ou seja, ela aplica uma correção na sua carta de crédito para aumentar o valor dela e te dar o poder e compra em relação a inflação para corrigir seu valor no tempo mas também essa correção afeta no saldo devedor, que também aumenta.

Até ai beleza, pois você está sendo favorecido enquanto não está contemplado. Seu capital está sendo corrigido ao longo do tempo pela inflação. Porém o que acontece é que no momento que você usou a carta de crédito ela para de corrigir, mas as parcelas e o saldo devedor continuam subindo. Essa incidência dessa correção ao longo do tempo ainda vai continuar existindo e seu saldo devedor vai continuar corrigindo, já sua carta de crédito não, pois ja foi utilizada.

Nesse caso a correção acaba sendo uma despesa para o consorciado. Pois você continua pagando valores maiores para ajudar quem ainda não foi contemplado no seu grupo.

Sabendo disso, se você faz a antecipação das suas parcelas ou a quitação, você foge dessa correção, e aí que vem a sacada. Você tem que comparar a rentabilidade do seu investimento, quanto isso está te trazendo e quanto está sendo a correção que a administradora está aplicando sobre o seu saldo devedor.

Se a correção aplicada sobre o seu saldo devedor da carta for maior que sua rentabilidade no investimento, ai compensa pegar esse dinheiro e antecipar as parcelas ou até mesmo quitar, pois assim você escapa dessa correção anual do seu contrato.

Mais uma dica é: não se descapitalize totalmente, mesmo que estiver aumentando os custos, pense bem antes de pegar todo o seu dinheiro e quitar o seu consórcio, pois isso pode comprometer sua renda familiar. Sempre preserve um recurso que será sua reserva de emergencia. O restante você pode fazer essa comparação para assim decidir se vale a pena fazer a antecipação das parcelas do seu consórcio.

Quando se recebe algum dinheiro extra

Na direta você pode antecipar para ficar mais tranquilo, são as parcelas sequências do seu consórcio. Isto é, vai viajar no final do ano, recebeu o 13 salário e quer adiantar as 3 próximas parcelas, você pode, e fica tranquilo pelos próximos 3 meses em relação as parcelas do consórcio, podendo participar das assembleias e curtir suas ferias.

Quando se usa a antecipação como lance

O segundo caso onde vale a pena fazer a antecipação das parcelas do seu consórcio é quando a administradora conta elas como lance.

O consórcio funciona assim: existem dois tipo de antecipação de parcelas, ordem direta e inversa.

Caso contrário, se você quer antecipar as parcelas de trás para frente, é preciso procurar no contrato de adesão se a sua administradora permite fazer isso, ou seja, antecipar as parcelas de trás para frente como lance.

Se você está pagando as parcelas de trás para frente você está antecipando as parcelas, o que é o mesmo que o lance, antecipar o saldo devedor. Ao mesmo tempo que você está encurtando o tempo do seu consórcio, enquanto você ainda não está contemplado, está diminuindo o tempo do seu consórcio e junto construindo um lance matador.

É isso aí, todos os meses de antecipação de parcelas acumulam, e isso conta como lance.

Quando você já tiver um valor legal que você acha adequado, é só comunicar a administradora na data da assembleia e garantir sua contemplação.

Isso é muito bom porque tem pessoa que tem dificuldade em poupar dinheiro e o consórcio acaba entrando como uma ferramenta de disciplina financeira. Todo mes que a pessoa pagar o boleto ela está guardando dinheiro, e guardar mais pro lance fica complicado. Agora se você colocar na sua cabeça que você vao p[agar sempre duas parcelas por mês uma da frente e uma de trás, você já esta construindo seu lance todo mês.

Todo ms você pode ir formando seu lance, ir aumentando ele até garantir sua contemplação.

Você pode usar essa estratégia para entrar em um grupo de consórcio de parcela reduzida, aliviando seu comprometimento financeiro mensal todo mês, com essa diferença da parcela mais baixa, você pode antecipar as parcelas de trás.

Agora que você já tirou algumas dúvidas sobre antecipar as parcelas do consórcio, continue em nosso blog aprendendo mais sobre essa modalidade de aquisição.

Quando se quer diminuir o valor das parcelas

Existe mais uma forma de antecipar as parcelas que é a diluição do valor das parcelas. Quando você oferta um lance e é contemplado você está antecipando as parcelas, certo?

Sim, e essa antecipação do seu saldo devedor pode ser solicitada na administradora de acordo com as regras do seu contrato. A diluição dessa antecipação ao invés de parcelas de trás para frente diminuiu o valor das suas parcelas, então você pode após a contemplação usar esse recurso.

Ao quitar o consórcio, sou contemplado?

Não, quitação de consórcio é uma coisa e contemplação é outra, fique esperto. Você precisa contemplar o seu consórcio para depois quitar. Se você quitar ele você não tem automaticamente a liberação da sua carta de crédito, logo, fique esperto para não se meter em enrascada.

Quer receber mais informações sobre Consórcio Contemplado

Deixe seus dados e te enviamos!

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM

Compartilhe por:
Últimos posts do blog

ConsorcioCred.com - Creci 119790 -
CNPJ: 05.099.104/0001-19

Rua São Bento 470 - SALA 410 - Centro - São Paulo - SP - CEP 01010-001

Ver no Google MapsPolítica de Privacidade